IEBJP

Nesse ano de 2018 a nossa igreja completará 95 anos, mas é uma igreja moderna. Não se apegou a paradigmas tradicionais, mas teve a coragem de realizar mudanças radicais na sua estrutura funcional sem perder a sua fidelidade doutrinária. O mundo evolui a uma velocidade impressionante e as estratégias que a igreja usa para cumprir sua missão também precisam mudar.

Mudamos nossa liturgia: de um louvor estático para um louvor dinâmico, mais participativo. Mudamos nossa estrutura: somos uma igreja com propósitos trabalhando através de ministérios e não departamentos. Esses ministérios estão trabalhando sob a liderança de guardiões e são agrupados segundo os propósitos da igreja. Mudamos nossa Escola Bíblica: passamos a usar um material mais adequado à nossa realidade e necessidade; diversificamos os horários, por isso não se chama mais dominical. Isto fez com que a EB tomasse um novo rumo com uma participação muito maior. Modernizamos a nossa comunicação, transmitindo os cultos pela internet.

Dizem os registros históricos que 56 irmãos, dissidentes da PIB João Pessoa, se reuniram no dia 24 de setembro de 1923 e organizaram a Primeira Igreja Batista Brasileira, depois seu nome foi mudado para Segunda Igreja Batista da Paraíba, e posteriormente para o nome que adotamos até hoje, IEBJP – Igreja Evangélica Batista de João Pessoa. A razão da dissidência foi um movimento nacionalista, que surgiu no Brasil, em reação a influência dos missionários americanos. Este movimento na história dos Batistas ficou conhecido como “Movimento Radical”.

Nesses 95 anos a IEBJP nunca se dividiu, mas multiplicou, pois organizou mais de 14 igrejas, e tem hoje 10 congregações distribuídas pelo nosso Estado. Por ela passaram 12 pastores efetivos e 3 interinos (por sinal americanos), e desde 1982 é pastoreada pelo atual pastor, Tomaz José de Aguiar Munguba, que ao assumir o pastorado desta igreja, em novembro de 1982, havia 203 membros no seu rol e hoje somos mais de 3.100 membros.

A Igreja hoje tem duas fortes ênfases: Missões e Família, e embora tenha células, não é uma igreja em células, mas uma igreja com células, que preserva a sua ação através dos ministérios, pois são ferramentas importantes para o envolvimento e crescimento espiritual dos crentes.

Louvamos a Deus porque Ele tem trazido para o Conselho pastoral desta igreja homens de valor e integridade que, trabalhando juntos promovem o Reino de Deus e dignificam o Ministério Pastoral, temos hoje em nosso Conselho Pastoral os seguintes pastores: Pr. Tomaz Munguba (presidente), e os pastores auxiliares, Pr. Flávio Lima, Pr. Francisco Lima (Nino), Pr. Haydene Cassé, Pr. Josué Peixoto, Pr. Marcelo Navarine, e Pr. Antonio Esteves.

Alegramo-nos também ao ver como Deus tem trazido um despertamento espiritual para sua igreja, haja vista o que tem acontecido nos cultos de 4ª feira nos últimos anos. Glória a Deus porque o Seu povo tem crescido na graça e no conhecimento de Nosso Senhor Jesus Cristo através do estudo da Palavra, na evangelização e na comunhão.

As vitórias só existem quando há grandes lutas. Esta igreja é uma representação do Corpo de Cristo, por isso ela será invencível enquanto cumprir o seu papel e permitir que Cristo seja o seu Senhor.

 

No amor de Cristo

Pr. Tomaz Munguba

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: