arrow_drop_down
Pastoral: Contentamento e Piedade

Pastoral: Contentamento e Piedade

Pastoral: Contentamento e Piedade - o núcleo da saúde financeira.


1 Timóteo 6:6-10 - NVI

De fato, a piedade com contentamento é grande fonte de lucro, pois nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos.

Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição,

pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos.


Os recursos financeiros se utilizados de acordo com os preceitos das Escrituras, aplicados para a Glória de Deus, redundarão em alegria por parte daqueles que o possuem. Todavia, se as motivações forem mesquinhas e as pessoas insistirem em ter o dinheiro como princípio norteador fundamental de suas vidas, como prova de evidente idolatria (Mamom é quem está no centro do coração daquele que age assim), inevitavelmente, sofrerá as dores, os descontroles, as armadilhas e a destruição que esse tipo de vida produz. 


A verdadeira piedade ou espiritualidade bíblica é a que nos liga a Deus, o Todo-Poderoso, e nos faz homens e mulheres livres de ilusões e ganâncias de poder e dinheiro. 

O despojamento material, num estilo de vida simples e orientado pelo amor a Deus e ao próximo é o que define bem o verdadeiro discípulo de Cristo. 

Cristo, este sim, é o nosso glorioso bem e satisfaz plenamente nossos mais profundos anseios e necessidades.


Shalom,


Haydene Cassé, Pr