arrow_drop_down
Pastoral: Aprendendo a servir

Pastoral: Aprendendo a servir

“Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo...”

Mateus 20:26,27


Servir não é fácil, principalmente com a natureza humana decaída. Somos tentados a vivermos um cristianismo que não põe em prática a mensagem que prega, um cristianismo ufanista, de somente cantar, erguer as mãos e coreografar. Ao olharmos atentamente os Evangelhos, somos chamados a viver um cristianismo prático que alcança a todo homem e ao homem todo.

Diante do mundo que nos cerca há uma pergunta inquietante: Por que a Igreja existe? Ela está neste mundo apenas como agência celestial, onde a única preocupação é mostrar o céu, ou está neste mundo para ser um exemplo vivo de Jesus Cristo? A minha grande preocupação é que os cristãos achem que servir a Deus se resume apenas numa celebração, em que se canta, ora e ouve uma mensagem, e assim o coração de Deus é acalmado. Eu creio que não fomos chamados para isso somente. Há um clamor na Palavra de Deus para que sirvamos o Senhor em todos os momentos de nossa vida.

A partir do momento que aceitamos a Cristo, o Espírito Santo entra em nosso coração e com isso Ele nos dá dons espirituais. Estes dons são capacitações divinas que Deus nos dá com um duplo propósito: Servir a Deus e ao próximo. Não pense você que dons são para ser exercidos apenas nas quatro paredes de um templo. Aqui no templo celebramos a presença de Deus. Mas quando saímos há um mundo que espera o nosso serviço abençoador que pode mudar a história de muitas pessoas. A idéia é simples: Entramos para adorar; Saímos para servir. Este com certeza é o propósito de Deus para nossas vidas. E como posso começar a me dispor nas mãos de Deus? É simples. Basta você seguir os passos de Jesus. A orientação e o exemplo Ele já nos deu, e agora nos convida a fazer o mesmo.

Servir implica ser o último e não o primeiro, e Jesus fez isso quando Ele desceu do céu, deixou Sua glória e majestade tornando-se um de nós. Se você deseja aprender a servir é bom aprender a deixar seus interesses e ver o dos outros, a colocar de lado seus planos e ajudar outros com os planos deles. Servir implica em pensar no outro e para o outro. Jesus pensou em e para nós. Por isso pense onde você pode ser uma grande bênção de Deus para outras pessoas. A escolha é só sua: ser ou não ser servo de Deus.